ADENÓIDE

Adenoide é o nome dado à tonsila faríngea. A tonsila faríngea faz parte do chamado Anel Linfático de Waldeyer. É uma formação linfoide que cerca as cavidades nasais e bucais para a garganta, estando localizada na parede posterior da nasofaringe, região que serve como passagem do fluxo aéreo nasal, caixa de ressonância na fala e é o local de abertura das tubas auditivas.

Ela normalmente aumenta de tamanho (junto com aumento das amígdalas) durante a infância em resposta a estímulos antigênicos, tais como infecções virais e bacterianas, alimentos, alérgenos e irritantes ambientais, sendo que, na maioria das pessoas, evolui durante a adolescência.

As queixas relacionadas às adenóides ou às amígdalas estão entre as mais comuns encontradas na população em geral. O indicador mais significativo de obstrução nasal produzida pelas adenóides é a respiração pela boca, cuja imagem clássica é a da criança que dorme com a boca aberta, ronca e baba no travesseiro.

O aumento de volume adenotonsilar é a causa mais comum de apneia obstrutiva do sono na criança. O raio X de cavum define o grau de obstrução à passagem do ar pela rinofaringe por meio da presença do tecido linfóide aumentado. Atualmente, pela disponibilidade de fibras ópticas flexíveis, a endoscopia nasal pode ser utilizada para esse diagnóstico por meio da visão direta da tonsila faríngea na coana e do grau de obstrução da mesma.

O procedimento cirúrgico de remoção das adenoides é chamado de adenoidectomia, A realização do procedimento da adenoidectomia ocorre em centro cirúrgico sob anestesia geral onde as adenoides são removidas através da boca. Normalmente o paciente pode voltar para casa no mesmo dia. A cirurgia não interfere com o crescimento, e não diminui e imunidade.

Rua Silva Paulet, 1739, Aldeota
CEP 60120-021 Fortaleza CE
Tel.: +55 (85) 4042.0886 / +55 (85) 99984.4244

Copyright © 2015 Dr. Jorge Evandro - Todos os direitos reservados